3 de março de 2013

Trabalhando com o nome




O TRABALHO COM O NOME PROPICIA AO ALUNO:
  • Diferenciar letras e desenhos;
  • Diferenciar letras e números;
  • Diferenciar letras, umas das outras;
  • Refletir sobre a quantidade de letras usadas para escrever cada nome;
  • Refletir sobre a função da escrita dos nomes: para marcar trabalhos, identificar materiais, registrar a presença na sala de aula (função de memória da escrita) etc;
  • Sistematizar a orientação da escrita: da esquerda para a direita;
  • Entender que se escreve para resolver alguns problemas práticos;
  • Conhecer o nome das letras;
  • Ter contato com amplo repertório de letras (a diversidade e a quantidade de nomes numa mesma sala);
  • Desenvolver as habilidades grafo-motoras;
  • Contato com fonte de consulta para escrever outras palavras.
  • O desenvolvimento das atividades seguintes deve orientar-se no sentido de despertar na criança a curiosidade e o desejo de conhecer o significado da palavra escrita e a compreensão do seu uso social.

                    SUGESTÕES DE ATIVIDADES COM CRACHÁS
                                                   (NOMES)
  1. Espalhar os crachás no meio da sala e pedir para que os alunos procurem qual é o seu;
  2. Misturar os crachás no chão, para que separem os nomes dos meninos dos nomes das meninas;
  3. Separar os crachás cujos nomes comecem com a mesma letra;
  4. Separar os crachás que terminem com a mesma letra;
  5. Usar os crachás para fazer a chamada diária;
  6. Separar os crachás cujos nomes tenham o mesmo número de letras;
  7. Colocar os nomes em ordem alfabética;
  8. Contar a quantidade de vogais e consoantes do nome;
  9. Observar se há repetição de letras;
  10. Escrever novas palavras com as letras do nome;
  11. Trabalhar com alfabeto móvel, para que cada aluno monte o seu nome e dos colegas;
  12. Achar o seu crachá que estará embaralhado no meio da roda e colocar no quadro de pregas de letras de acordo com a inicial do nome, os crachás restantes deverão ser contados, pois são os alunos ausentes.
  13. Batata – Quente, onde todos em roda ouvem uma música, enquanto vai passando um objeto qualquer, ao parar a música quem estiver com o objeto deverá dizer o seu nome, pegar o seu crachá no meio da roda, identificando-o dentre os demais e guardá-lo no quadro de pregas, na respectiva inicial;
  14. Todos em roda, em pé, recebem um crachá qualquer, ao sinal da professora cada um deverá ir em busca de quem está com o seu crachá, ao encontrar troque de crachá e coloque-o no quadro de pregas;
  15. Escolher no meio da roda um crachá de um amigo e entregá-lo ao seu dono que deverá guardá-lo no quadro de pregas.Cada um ao chegar, deverá localizar o seu crachá na mesa, escrever seu nome na lousa e guardar o crachá no quadro de pregas, contaremos quantas crianças vieram e quantas faltaram
  16. Cada um deverá pegar o seu crachá que estará no meio da roda, então cada um contará a quantidade de letras que tem o seu nome e deverá encontrar amigos que tem a mesma quantidade de letras, os crachás serão guardados na ordem crescente da quantidade de letras, isto é, do nome menor para o maior
  17. Cada um pega o seu crachá no quadro de pregas e andam aleatoriamente pela sala. Ao sinal da professora, deverão fazer uma cobra colocando os crachás em ordem alfabética observando a letra inicial, falar onde mais usamos esta ordem (agenda telefônica, dicionário, lista da escola, etc.);
  18. Utilizar crachás para fazer uma lista fixa de nomes, dentro da sala, em ordem alfabética, onde cada um colará o seu nome;
  19. Bingo - utilizar o crachá para brincar bingo, de forma que cada aluno recebe uma tira quadriculada de papel de acordo com a quantidade de letras que diz ter o seu nome, registra o mesmo com uma letra em cada quadrado. Na hora do bingo ao ser sorteada sua letra, este quadrado deverá ser pintado;
  20. Bingo com cartelas contendo mais de um nome;
  21. Brincar de forca com os nomes, de forma que a criança que descobrir qual é o nome da forca, pega o crachá e entrega-o ao dono, se ninguém descobrir, o próprio dono pega e guarda o crachá no quadro de pregas;
  22. Brincar de Amigo Secreto, onde cada um faz um desenho ou uma modelagem de massinha e sorteia um crachá com o nome de quem ganhará o seu presente;
  23. Que nome é esse? É uma brincadeira onde a professora ou um aluno diz: “Te dou um C, te dou um A, te dou um I, te dou um O, o que formou?” A turma deverá responder: CAIO. Este rapidamente pega seu crachá e guarda no bolsão de letras, podendo ser o próximo a cantar as letras do próximo nome;
  24. Utilizar os crachás para sorteios de ajudantes, etc.;
  25. As crianças receberão as letras do seu nome e deverão juntá-las como um quebra-cabeça montando assim os seus nomes;
  26. Adivinhe o nome é uma brincadeira desafiadora em que o professor pronuncia os nomes das crianças com as sílabas ou letras trocadas e o grupo deverá descobrir de quem é o nome. Ex.: LARCOS = CARLOS;
  27. Descobrir a letra que está faltando no nome que a professora ou outro aluno escreverá na lousa, ao descobrirem o dono do nome identifica e guarda o seu crachá que estará em uma mesa junto aos demais crachás;
  28. Com a música: A Canoa virou... , em roda ao falarem o nome da criança esta deverá pegar o seu crachá no centro da roda e colocá-lo no bolsão de letras;Todos os dias ao fazer a data e a rotina do dia a professora escreve bom dia para uma criança e todos poderão abraçá-la, esta escolha pode ser por ordem alfabética, sorteio, música, aniversariantes, etc.;
  29. Chamada na roda, através de um círculo, onde uma criança fica no meio da roda com uma bola ou outro objeto, esta deverá dizer o seu nome e jogar a bola para outra criança que trocará de lugar com ela e repetirá o procedimento;Agarre o par é uma brincadeira em que todos deverão estar em pares. A professora estará segurando um objeto e contará até três, então todos mudam de par e ela passa o objeto para alguém dizendo o seu nome e procura um par também. Quem ficou com o objeto será o próximo a contar e procurar um par durante a troca passando novamente o objeto, e assim sucessivamente;
  30. Ao chegar cada criança deverá localizar seu nome na lousa e apagá-lo, os que sobrarem serão os ausentes;
  31. Arremessando a bola para o alto no meio da roda uma criança deverá dizer o nome de um dos colegas, este tentará pegar a bola, se conseguir repete o procedimento, se não conseguir a mesma criança que iniciou escolhe outro colega;
  32. Brincar de rimar outras palavras com os nomes das crianças e registrá-las na presença delas.
  33. Montar uma poesia com as rimas encontradas, digitar e entregar uma para cada criança, para que seja lida no coletivo, depois cada um encontra seu nome e circula. Poderão recitar para as demais turmas e dar de presente para outras pessoas com seus autógrafos;
  34. Descobrir juntos todas as versões da música: “A Barata diz que tem...”, então reescrevê-la, com o auxílio das crianças, trocando o nome barata pelos seus nomes, e posteriormente, trocar as outras palavras também. Digitar e entregar uma para cada criança, para que seja lida no coletivo, depois cada um encontra seu nome e circula. Poderão cantar ou recitar para as demais turmas e dar de presente para as outras pessoas com seus autógrafos.
  35. Solicitar uma foto e uma pesquisa sobre a história do nome de cada um e lê-la na roda. Digitar estas pesquisas e fazer fichas que deverão ficar no cantinho da leitura com a foto colada, para que manuseiem e leiam quando quiserem.
  36. Fazer um desenho de interferência com cada letra do nome começando da inicial, para a montagem de um livrinho;
  37. Montar um painel com as fotos de todos os alunos inclusive da professora com seus respectivos nomes.
  38. Montar um álbum sanfonado com a história do nome, características físicas e pessoais, fotos próprias e de familiares, este poderá ser um produto final de encerramento de projeto referente ao trabalho com a identidade.
  39. Ditado: Entregue uma lista com todos os nomes dos alunos. Dite um nome da lista. Cada aluno deverá encontrá-lo na sua lista. Em seguida, peça a um aluno que escreva aquele nome na lousa, os demais devem conferir se circularam o nome certo. Para que essa atividade seja possível a todos é importante fornecer algumas ajudas. Diga a quantidade de letras, a letra inicial e final, por exemplo
  40. Entregue uma lista dos nomes dos alunos da sala. Peça que as crianças digam os nomes dos alunos ausentes e que circulem esses nomes. Siga as mesmas orientações da atividade anterior, no tocante às ajudas necessárias para a realização da tarefa.
  41. Entregue uma lista com os nomes dos alunos. Peça para que recortem os nomes e depois que separarem em duas colunas: nomes das meninas e nomes dos meninos.
  42. Entregue uma lista com os nomes dos alunos. Peça para que recortem os nomes e que coloquem em ordem alfabética.
  43.  Pesquisa sobre a origem do nome (pesquisa com os familiares);
  44.  Análise da certidão de nascimento da criança (trabalho com documento)
  45.  Montagem de uma árvore genealógica da família.
  46.  Análise de fotos antigas e atuais da criança.
  47.  Montagem de uma linha do tempo do aluno a partir das fotos trazidas.
  48.  Letras do alfabeto: letras do alfabeto pintadas e recortadas em cartolina, isopor, EVA ou outro material. Divida a classe em grupo, sorteie algumas letras para cada grupo que deverá falar o maior número possível de palavras que comecem com aquela letra. O professor escreve todas elas em um cartaz e fixa na parede para que possam consultar quando necessário já que fazem parte do vocabulário ativo da classe.
  49. Alfabeto ilustrado: sortear uma letra para cada aluno e pedir que desenhem ou colem uma figura cujo nome comece com aquela letra. Esse material deverá ficar a disposição dos alunos durante o ano
  50. Pedir para que tragam um objeto de casa. Na classe, o grupo classifica segundo a letra inicial. É feito uma lista com as palavras. Algumas palavras poderão ser copiadas no caderno.
  51. Listagem: elaborar com os alunos várias listas: roupas, compras de supermercado, animais, produtos de higiene, meios de transporte, nomes de cidade, etc. Reconstruir na lousa algumas palavras perguntado aos alunos quais letras devem ser usadas. As listas ficam a disposição dos alunos para futuras consultas.
  52. O professor faz um quadriculado numa Carolina ou sulfite escrevendo uma letra em cada quadrado. O aluno desenhará ou colará uma figura que inicie com aquelas letras ou que tenham aquelas letras no nome (destacando-a na palavra).
  53. Quebra cabeça – o professor faz um quebra cabeça com as letras do nome do aluno. Mais tarde poderá fazer com outras palavras;
  54. Caixa surpresa – o professor, ao final da aula entrega uma caixa a um aluno pedindo a ele que traga um objeto qualquer, de sua casa para a aula do dia seguinte. Na próxima aula ele dará dicas aos colegas que tentarão adivinhar qual o objeto que está na caixa.
  55. Chamar o aluno entregando seu cartão;
  56. Chamar o aluno pelo nome e mostrar o cartão para a classe;
  57. Mostrar o cartão sem falar o nome esperando que o dono ou algum colega o reconheça;
  58. Mostrar o cartão sem ler, mas dando uma característica do dono. Os alunos devem identificar quem é.
  59. Embaralhar os cartões, entregar um para cada aluno e pedir que cada um procure o seu;
  60. Embaralhar os cartões, entregar um para cada aluno que deverá entregar ao dono;
  61. Dispor os cartões sobre uma mesa e pedir que cada um pegue o seu;
  62. Separar os cartões por fileira. Colocar o monte de cartões referentes a cada fila na primeira carteira. O aluno deverá pegar seu cartão passando os demais para trás até que todos peguem o seu;
  63. Deixar os cartões sobre uma mesa e pedir que, um por um, pegue um cartão que não seja o seu e entregue ao dono;
  64. Dividir a classe em grupos e pedir que cada um pegue seu cartão. Vence o grupo onde todos pegaram seus cartões mais rapidamente;
  65. Entregar os cartões e disponibilizar letras recortadas pedindo que cubram as letras de seu cartão com essas letras móveis;

Nenhum comentário:

Postar um comentário